motor-superaquecido-do-carro-o-que-fazer

Carro fervendo: o que fazer?

Você está na rua e de repente seu carro começa a ferver. Você sabe o que deve fazer diante desta situação?
Quando o superaquecimento no motor ocorre, ele pode trazer danos piores a alguns componentes, ou até iniciar um incêndio.
Neste post explicaremos os possíveis motivos para um carro ferver e também daremos dicas de como agir.

Um motor de carro não irá funcionar normalmente em temperaturas muito altas, apesar de ser movido à combustão. O ideal é que um motor trabalhe entre 90ºC e 100ºC. Quando essa temperatura é ultrapassada, ocorre o superaquecimento e o motor ferve.
São muitos os problemas que podem estar relacionados com o superaquecimento do motor. Listaremos abaixo as causas mais comuns.

Falhas em componentes do sistema de arrefecimento, como bomba d’água, mangueiras, termostato, válvula do termostato, radiador, ventoinha ou mesmo a tampa do reservatório de expansão, fazem com que o motor não seja devidamente resfriado, podendo levar ao superaquecimento.

Falta de lubrificação também pode estar relacionada com o superaquecimento do motor. Ou quando o lubrificante usado não é de boa qualidade ou está velho. Isso leva a um atrito maior entre os metais fazendo com que a temperatura fique muito elevada. Além disso, a falta de lubrificação também causa o desgaste das peças, contaminando o óleo com partículas de metal.

Outro problema comum que pode fazer com que o motor superaqueça é um vazamento de líquido no sistema de arrefecimento do carro ou o uso de água da torneira ou água do poço como líquido de arrefecimento.

Quais são os indícios de que o motor está superaquecido?

É importante ficar atento aos sinais que o carro dá quando algo está errado com a temperatura do motor.
O sinal mais simples é a marcação de temperatura do motor no painel do carro. Se o indicador está quase no máximo, é hora de estacionar e ver o que está acontecendo.
Há também no painel um símbolo de termômetro que vai acender caso a água do radiador não esteja mais na temperatura ideal para resfriar o motor.
Se a ventoinha fica ligando a todo momento, isso é outro sinal importante de problema. Fumaça saindo pelo capô é o pior sinal de todos, pois indica que o motor já ferveu e você está em apuros.

O que fazer quando o motor ferve?

Quando o carro der todos os sinais de superaquecimento do motor, procure um local para pará-lo. Continuar dirigindo um carro superaquecido pode levar a problemas muito mais graves, inclusive a um incêndio.
Após parar o carro e desligar o motor, é preciso ter cuidado ao abrir o capô pois tudo estará muito quente. Recomenda-se um tempo de espera de mais ou menos 30 minutos antes de abrir o capô e manipular qualquer peça do motor.

Quando o motor estiver mais frio, primeiramente você deve observar como está o nível do líquido no reservatório e completar com água, mas apenas a quantidade suficiente para que você consiga chegar até um mecânico. E não adianta colocar água gelada no reservatório, pois essa mudança brusca de temperatura só vai danificar ainda mais o motor.

Junto ao mecânico, é importante observar se:

  1. Válvula termostática está travada: se a válvula não estiver travada, podem ocorrer vazamentos e é possível que seus componentes comecem a enferrujar. Nesse caso é preciso trocar a válvula termostática;
  2. Bomba d’água está vazando;
  3. Ventilador/ventoinha está funcionando adequadamente;
  4. Há entupimento no radiador;
  5. Existe falha da válvula de segurança do reservatório de expansão;
  6. Cabeçote está funcionando adequadamente.

Como evitar que o motor do carro ferva?

O superaquecimento do motor pode ser evitado mantendo a manutenção preventiva do carro sempre em dia.
É muito importante manter o sistema de arrefecimento sempre limpo e com peças novas.

Outro ponto a destacar é em relação ao líquido que vamos usar. O uso de água da torneira é altamente prejudicial para os componentes do carro, pois essa água contém cloro, que reage levando à corrosão e ferrugem. A água do poço também causa corrosão, pois contém calcário. O ideal é utilizar uma mistura entre água desmineralizada e aditivo a base de etileno glicol, desenvolvido exclusivamente para uso automotivo.

Verificar o nível desse líquido regularmente também é necessário.

Se mesmo com esses cuidados o seu carro ferver, pare, chame o mecânico e tome cuidado para não manipular o carro superaquecido.

E lembre-se, caso esteja precisando de acessórios originais para seu carro, conte sempre conosco. Esperamos ter ajudado com essas dicas!

Caso tenha alguma dúvida, entre em contato com o atendimento ao cliente da Auto Originais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *