Como saber quando preciso trocar o pneu do carro

Ficar atento a hora de troca o pneu do carro é muito importante, é uma questão de segurança sua e dos pedestres.

A segurança deve ser sempre a primeira preocupação de qualquer motorista, não importa se você usa o carro com frequência ou raramente.

Muitas pessoas não vêm os pneus como um item de segurança, contudo, é muito pelo contrário. Essa é a parte do veículo responsável por mantê-lo bem preso ao chão, se ela estiver desgastada, acidentes podem acontecer facilmente em uma pista molhada, por exemplo.

O que interfere no desgaste do pneu

O desgaste dos pneus de veículos é algo natural, como tudo, eles também têm um prazo de validade que varia de acordo com o uso.

Uma infinidade de condições afeta diretamente a vida útil dos pneus, a mais óbvia é justamente a quilometragem percorrida. Quando mais o carro for utilizado, maior é o desgaste.

Contudo esse está longe de ser a única condição que afeta a hora de trocar os pneumáticos, a carga transportada também afeta diretamente. Assim, pessoas que têm camionetes e transportam grandes cargas acabam tendo que trocar antes do que quem usa para trabalhar.

O tipo de pneu também influencia na hora da troca, assim como as condições da estrada, se a manutenção é feita constantemente e até mesmo a forma que o motorista dirige (arranque, curvas e freadas).

Como reconhecer a hora de trocar o pneu do carro

Acredito que em algum momento você já se perguntou se estava na hora de trocar os pneus. Primeiro, você deve entender para que servem as bandas de rolagem. Elas são aqueles buracos presentes no pneu e servem para tração e melhor direcionar a água, evitando aquaplanagem.

Em qualquer pneu você encontrará a barra de desgaste. É uma parte elevada que fica entre as bandas de rolagem. À medida que o nível do pneu for chegando no nível dessa barra, é indicativo da hora de trocar.

Quando as bandas estão abaixo de 1,6 mm de profundidade o pneu deixa de ser seguro. Esse é o grande indicativo, contudo, mesmo antes disso o item já começa a ficar instável.

O equipamento usado para medir com precisão a profundidade das ranhuras é um paquímetro, caso você não tenha um, é possível fazer isso em qualquer borracheiro. É provável que ele nem cobre.

Também é possível ter uma média utilizando moedas de 1 real. Se os sulcos cobrirem a parte dourada completamente, ainda não está na hora. Mas à medida que a parte dourada fica visível, a urgência para a troca aumenta.

Em um cenário ideal, os 4 pneus devem ser trocados ao mesmo tempo, caso o uso tenha sido regular. Contudo, se não, a preferência é por trocar os 2 do eixo traseiro, deixando o veículo mais estável.

Questões para prestar atenção

●       Desgaste irregular

Se ao analisar o seu carro se deu conta que o desgaste do pneu é irregular, isso pode indicar problemas de alinhamento ou na rotação. Ambos fazem com que a peça se desgaste muito mais rápido.

É necessário levar o carro para a manutenção para corrigir esse tipo de problema e evitar outro futuros.

●       Olhas e deformidades

Outro ponto preocupante no pneu do carro são inchaços e deformações nas partes laterais. Isso indica que o quadro rígido interno foi danificado, permitindo que o ar atravesse até as camadas mais externas do pneu.

Como você deve imaginar essa é uma situação bastante perigosa em que o pneumático pode até mesmo explodir em altas velocidades. Troque a peça imediatamente.

Questões legais do pneu desgastado

O código de trânsito não traz nenhuma menção a pneus gastos, contudo, em seu artigo 230 deixa claro que veículos em mal estado de conservação é uma infração. Nesse caso, utilizar pneus desgastados pode sim se enquadrar nesse artigo, resultando em sanções para o motorista.

Sendo assim, manter os pneus veiculares em boas condições é uma responsabilidade do motorista com a sua segurança e também a dos pedestres.

E lembre-se, sempre que precisar de acessórios originais para veículos, conte conosco!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *