Como transportar cães em carros

Como transportar animais em carros e quais os acessórios necessários?

Você sabe como transportar animais em carros? Pode ser que nunca tenha se feito essa questão, que é bem mais complexa do que simplesmente colocá-lo no banco de trás.

É essencial tomar os devidos cuidados neste quesito, tanto para evitar problemas com a fiscalização quanto, principalmente, para manter a saúde e integridade do seu tão amado animal de estimação e também dos demais ocupantes do veículo.

Conheça os cuidados que não podem faltar, bem como acessórios que ajudam a facilitar o transporte e permitir que ele ocorra com as melhores condições possíveis.

É realmente importante saber como transportar animais em carros?

Sim. A questão vai além do que pode passar em nossa mente no primeiro momento, inclusive com implicações que afetam até mesmo as autoridades de trânsito.

Há diferentes menções ao transporte de animais em veículos contempladas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), como as seguintes:

  • Artigo 169: informa que dirigir sem atenção ou sem adotar os cuidados indispensáveis à segurança, o que subentende o transporte inadequado de animais. Multa leve, de R$ 88,38 e 3 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
  • Artigo 235: trata sobre a condução de pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, com exceção de casos devidamente autorizados, o que contempla cães (e também gatos) que colocam a cabeça para fora da janela. Multa grave, de R$ 127,69 e 5 pontos na CNH.
  • Artigo 252: tange sobre a condução do veículo enquanto se transporta animais, pessoas ou volumes à esquerda do condutor ou entre seus braços e pernas. Multa média, de R$ 130,16 e 4 pontos na CNH.

Portanto, quando o assunto é legislação, saber como transportar animal em veículo é imprescindível para evitar ser multado, o que é prejudicial tanto para o bolso quanto para a pontuação da CNH.

Neste sentido, vale lembrar que quem ultrapassar 20 pontos em um período de 12 meses perde o documento e, consequentemente, o direito de dirigir por 6 meses, o que é um prejuízo e tanto.

Porém, além da parte burocrática, é ainda mais importante conhecer as questões de segurança, já que quem não sabe como transportar animais em carros pode gerar acidentes sérios, por vezes irreversíveis.

Seja qual for o animal, quando não se adotam os devidos cuidados, é praticamente impossível garantir que eles ficarão parados enquanto se dirige, ou seja, há chances de que ele comece a pular, brincar e correr no espaço que encontra disponível.

Com isso, ele pode querer se deslocar até o banco do carona ou até mesmo do motorista, principalmente quando é seu tutor que está ali, e este pode ser o início de uma situação bem perigosa.

Como o trânsito demanda plena atenção na sinalização e no que acontece ao redor, qualquer distração pode ser fatal, de furar um semáforo no vermelho até errar a mudança de uma marcha ou perder o comando do volante.

Além das chances de o animal se machucar, o motorista e os demais ocupantes também correm sérios riscos de se acidentar, além das outras pessoas que estão nas ruas e calçadas.

Essa falta de cuidado pode até mesmo resultar em crimes de trânsito, os quais vão para a esfera jurídica e são capazes de acarretar até mesmo em prisões e processos, além dos danos causados a outras pessoas.

Portanto, saber como transportar animais de estimação em carros não é uma sugestão, mas sim uma obrigação de todos que querem levar seus pets por aí.

Como transportar animal em veículo com segurança?

Existem diferentes alternativas que podem ser adotadas pelos tutores, todas contempladas pelas leis, já que permitem um transporte seguro e eficiente para os cães e gatos, como as seguintes sugestões.

Para o caso de outros animais, como roedores, aves e afins, o ideal é levá-los em caixas de transporte próprias, sempre presas no cinto, de modo a atenuar eventuais impactos causados por colisões e também para que a caixa não fique balançando enquanto se dirige.

Caixa de transporte

Essa é a mais democrática das formas de como transportar animal em veículo, já que pode ser utilizada tanto para cães quanto para gatos, com peso de até 50 kg. Ainda assim, indica-se transportar apenas animais com até 25 kg, já que os maiores podem quebrar a caixa.

Para os que estão dentro da faixa de peso indicada, o melhor é transportá-los com a caixa fechada no banco traseiro, devidamente fixada com o cinto, preferencialmente de 3 pontos, de modo a proporcionar máxima segurança.

Além do peso, também é importante se assegurar de que a caixa é confortável para o animal. Para isso, ele deve caber em pé e conseguir dar uma volta dentro dela com facilidade.

Cinto de segurança para cães

Como o nome indica, essa é uma forma que se aplica apenas ao transporte de cães, ou seja, não se aplica aos gatos e a outros animais. Além disso, ele é recomendável para animais menos agitados.

O cinto de segurança é indicado para cães de 5 a 50 kg e envolve o peito, os ombros e as costas do animal, de modo que ele esteja completamente seguro contra qualquer colisão.

Sua fixação pode ser feita tanto no cinto do automóvel quanto no Isofix, gancho que está disponível em determinados modelos de carros e proporciona uma camada adicional de segurança.

Grade divisória

Essa é uma opção que pode não ser tão conhecida, mas certamente se coloca entre as melhores para quem busca saber como transportar animais em carros sem prejudicar a segurança e o conforto do animal, do condutor e do passageiro.

Recomendada para cães de maior porte, acima de 25 kg, ela cria uma barreira física entre os bancos da frente e os traseiros, de modo que o animal não consiga ir até a parte frontal do veículo, o que poderia colocar a condução em risco.

A indicação é feita em especial para os animais de maior porte e aqueles que não se sentem confortáveis dentro de caixas de transporte, além dos agitados e que gostam de se mexer bastante quando estão no veículo.

Aprenda como transportar animais em carros e mantenha a segurança!

Assim como a revisão automotiva depois de comprar um carro é indispensável, o mesmo se aplica ao ato de levar animais nos automóveis, o que precisa ser feito com máxima cautela para evitar acidentes e deixar os pets felizes e longe do estresse. Agora que você já sabe como transportar animal em veículo, não se esqueça de investir em acessórios originais para carros para que a segurança esteja garantida e, assim, você possa levar seu pet para onde quiser!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *